Viaduto que desabou no DF precisava de manutenção, diz Rollemberg

Viaduto no Eixão, em Brasília, desaba próximo à Galeria dos Estados — Foto: Arquivo pessoal

‘Brasília é uma cidade que está envelhecendo’, diz governador. Segundo ele, a Rodoviária do Plano Piloto e os viadutos que cortam as vias S1 e N1 já passaram por revisão.

 

Para garantir o controle das estruturas, órgãos como a Novacap, a Secretaria de Infraestrutura e o Departamento de Estradas e Rodagens estavam no local por volta das 12h30. “Todos os órgãos que podem contribuir estão aqui para fazer tudo o que puder ser feito para escorar e garantir a segurança [do local]”, disse Rollemberg.

Desabamento

Duas das três vias que seguem no sentido norte despencaram. Quatro carros estavam estacionados sob o Eixão. Mesas de um restaurante chamado Churrascaria Floresta também ficaram soterradas.

Todas as viaturas do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal foram para a região. A Polícia Militar tenta identificar os donos dos carros que estão no local. Cães farejadores procuram vítimas no local até as 13h.

O local onde caiu o viaduto é palco, há cerca de 15 anos, da festa Makossa Baile Black. Desde a primeira edição, o evento ocupa tanto a parte que foi alvo do desabamento, quanto a Churrascaria Floresta, que foi atingida em parte. A última Makossa foi organizada em 18 de novembro.
Fonte: G1

There are no comments published yet.

Leave a Comment